sexta-feira, 27 de março de 2009


RENASCER

No dia que as nossas vidas se cruzaram.
Foi como as trevas se abrissem.
E todo o frio dos glaciares percorresse meu corpo.
Pois fiquei tremulo de emoção.
Tudo deixara de ser escuridão.
Teu olhar foi como raio de luz que cortou a penumbra.
Depois disso aquele lugar sombrio e frio onde me encontrava já não era mais um abismo.
Deixara de ser um inferno, agora passara a ser um lugar de esperança.
Acabara de ser resgatado das trevas por um anjo de luz e olhar penetrante.
Através dos seus olhos agora posso ver para além da sombra.
E como uma Fénix nesse dia eu renasci.

1 comentário:

Tina disse...

Se as palavras fossem ingredientes de pastelaria, tu serias mestre apsteleiro e eu estaria inchada, gorda e sempre faminta por mais...
Mal posso esperar por algo mais que saia desse teu intelecto genial...